Arquiteto português Carrilho da Graça ganha retrospectiva de seus projetos em Lisboa no MCB SP

 

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, apresenta a exposição sobre um dos arquitetos portugueses mais relevantes da atualidade: João Luís Carrilho da Graça, cujo nome figura ao lado de grandes como Álvaro Siza e Eduardo Souto de Moura.

getresource

 

Carrilho da Graça tem a peculiaridade de priorizar o território e sua topografia como o suporte de suas obras, e é este olhar o principal foco da exposição Carrilho da Graça: Lisboa, em mostra no MCB até o dia 19 de março.

joao-luis-carrilho-da-graca-igreja-de-portalegre-freguesia-de-sao-lourenco-portugal3

Igreja de Portalegre, freguesia de São Lourenço, Portugal

Mais que um recorte de localidade – a cidade de Lisboa – ou de cronologia, as obras selecionadas mostram como o arquiteto pensa seus projetos a partir de sua “teoria do território”, que relaciona a influência da topografia com os percursos humanos e suas construções.

pavilhao-do-conhecimento-dos-mares

Pavilhão Do Conhecimento Dos Mares, Parque das Nações

A mostra traz uma oportunidade única de conhecer a obra do arquiteto, com projetos construídos e não-construídos na capital portuguesa, desde alguns mais conhecidos, como a Escola Superior de Comunicação Social (1987-1993), quanto outros menos publicados, como o plano estratégico no programa Valis (Valorização de Lisboa), e seus projetos que concorreram para os pavilhões de Portugal na Expo’98.

25124_l

Escola Superior de Comunicação Social

valis-estudo-e-plano-estrategico-de-preservacao-do-patrimonio-arquitectonico-e-urbanistico-de-lisboa

Valis – Estudo e Plano Estratégico de Preservação do Património Arquitectónico e Urbanístico de Lisboa

 

“Reforçando sua vocação e tradição na abordagem de assuntos ligados à arquitetura e ao urbanismo, o Museu, ao apresentar a obra de Carrilho da Graça, destaca a conexão intrínseca entre o projeto do edifício e a paisagem urbana”, conta Giancarlo Latorraca, arquiteto e diretor técnico do MCB.

phpthumb_generated_thumbnail

 

Esta exposição foi apresentada pela primeira vez no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, de setembro de 2015 a fevereiro de 2016, e no Museo de Arquitectura Leopoldo Rother, em Bogotá, Colômbia, de outubro a dezembro de 2016. A curadoria é feita por Susana Rato, arquiteta e colaboradora do escritório Carrilho da Graça, e Marta Sequeira, professora e pesquisadora na Universidade de Évora, Portugal.

 

educativo-mcb-oferece-oficina-relacionada-a-mostra

Além da exposição, o Museu da Casa Brasileira também oferece uma atividade educativa como programação paralela à mostra, que integra o programa Oficinas no Museu. ‘Arquitetura de papel‘ acontece nos próximos sábados, 18 e 25 de fevereiro, às 14h30.

A oficina propõe construções tridimensionais a partir de mapas de diferentes camadas da cidade de São Paulo, como topografia, hidrografia, história etc., tendo como inspiração o pensamento e a obra do arquiteto português João Luís Carrilho da Graça, que se baseia no território e em sua topografia como o suporte de suas obras.

A atividade é voltada para toda a família e tem inscrições gratuitas (vagas limitadas) que podem ser feitas pelo telefone (11) 3026-3913/3032-3727 ou enviando um e-mail para agendamento@mcb.org.br. Menores de 12 anos devem estar acompanhados pelos pais ou responsáveis.

 

 

 

Carrilho da Graça

Trabalha em escritório próprio desde que se formou, em 1997, na Escola Superior de Belas-Artes em Lisboa. Ao conjunto da sua obra foram atribuídos diversos prêmios, como o prêmio Aica (Associação Internacional dos Críticos de Arte) em 1992, a Ordem de Mérito da República Portuguesa em 1999, o prêmio da Bienal Internacional da Luz – luzboa em 2004, o título de “Chevalier des arts et des lettres” pela república francesa em 2010, o “Prêmio Pessoa” em 2008.

981008

Serviço

Carrilho da Graça: Lisboa
Local: Museu da Casa Brasileira – Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano
Telefone: (11) 3032-3727
Visitação: De terça a domingo, das 10h às 18h
Ingressos: R$ 8 e R$ 4 (meia-entrada) | Crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos | Pessoas com deficiência e seu acompanhante pagam meia-entrada
Gratuito aos finais de semana e feriados!
Acesso a pessoas com deficiência
Bicicletário com 40 vagas | Estacionamento pago no local
Visitas orientadas: (11) 3026.3913 | agendamento@mcb.org.br | www.mcb.org.br

 

Oficinas na calçada

O Educativo MCB oferece uma série de atividades gratuitas realizadas na calçada do Museu como uma forma de ativar o espaço público e criar um vínculo inicial com a instituição. Nas terças-feiras, a artista Mônica Schoenacker fornece noções básicas de serigrafia aos participantes, que podem estampar imagens do acervo do MCB em panos de prato e levá-los para casa na atividade ‘A casa estampada‘.

unnamed-1

Quinzenalmente às quartas-feiras, duas atividades são alternadas: em ‘A casa bordada‘, a artista-educadora Beth Ziani oferece noções básicas de bordado e aplicação em tecido; já ‘As palavras e as coisas‘ traz os educadores para a frente do Museu para transcrever, poeticamente, relatos dos participantes relacionados ao morar. Às quintas-feiras, ‘Desenho sua casa‘, traz a artista Helena Kuasne para desenhar a casa dos participantes a partir de uma descrição ou fotografia. Fechando a semana, às sextas-feiras, a ação ‘Objetos Circulantes‘ propõe um empréstimo de utensílios domésticos selecionados pelos educadores ao público interessado.

 

Sobre o Educativo MCB

unnamed-2

O Educativo MCB propõe práticas que articulam o olhar, o fazer e o pensar para que os visitantes assumam o papel de investigadores, pesquisando os conteúdos que o museu oferece em uma perspectiva contemporânea. A ideia é criar desafios para que os participantes das levantem questões a partir de suas próprias experiências e descubram novos sentidos ao relacionar a visita ao MCB com suas vidas.

Visitas em grupos – como de instituições sociais e de ensino – podem ser agendadas previamente. A duração é de aproximadamente uma hora e meia. Grupos com mais de 25 pessoas são divididos em duas turmas. Visitas espontâneas podem ser realizadas individualmente ou em grupo.

Serviço

OFICINA NO MUSEU
Arquitetura de papel | 18 e 25 de fevereiro, sábado às 14h30 | 7 anos

ATIVIDADES NA CALÇADA
Desenho sua casa | 16 e 23 de fevereiro, quintas-feiras, 10h30
Objetos circulantes | 17 e 24 de fevereiro, sextas-feiras, 10h30
A casa estampada | 21 de fevereiro, terça-feira, 13h
A palavra e as coisas | 22 de fevereiro, quarta-feira, 10h30

ATIVIDADES SEM NECESSIDADE DE INSCRIÇÃO | ENTRADA GRATUITA
Encontros no quintal | 19 de fevereiro, domingo, 15h

Local: Museu da Casa Brasileira – Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano
Tel.: (11) 3032.3727

 

Sobre o Museu da Casa Brasileira

museu-da-casa-brasileira

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, dedica-se à preservação e difusão da cultura material da casa brasileira, sendo o único museu do país especializado em arquitetura e design.

A programação do MCB contempla exposições temporárias e de longa duração, com uma agenda com base em debates, palestras e publicações que contextualizam a vocação do museu para a formação de um pensamento crítico em temas como arquitetura, urbanismo, habitação, economia criativa, mobilidade urbana e sustentabilidade.

Dentre suas inúmeras iniciativas, destacam-se o Prêmio Design MCB, principal premiação do segmento no país, realizado desde 1986; e o projeto Casas do Brasil, de resgate e preservação da memória sobre a rica diversidade do morar no país.