Beleza de sexta: Ana Cañas

SEXTA-FEIRA! Linda sexta e junto com o feriado vem novidades! Tantas novidades, boas e ruins, me causaram uma vontade absurda de falar sobre a beleza de outras mulheres.

 

 

A principio pensei na minha diva Rihanna, mas já temos isso em blogs demais. Queria algo novo, algo autêntico. Então, procurei sobre Ana Cañas, e essa paulista incrível e super estilosa não tinha NADA falando sobre. Então vamos resolver isso, hoje o beleza de sexta é todo dela. Com vocês…

ANA CAÑAS.

10154998_10154070144005082_5859514430494067868_n

Nascida no dia 14 de setembro de 1980, em São Paulo, Ana Paula Hipólito Cañas gostava de Jazz, mas foi enquanto cursava Artes Cênicas na USP que vendo um musical da Ella Fitzgerald entrou no mundo da música! 

Com a voz suave e letras que tocam o coração da gente, a Ana também encanta com seu estilo doce, mas decidido e autêntico.

Eu a conheci, quando vi um documentário chamado: En Busca del Sonido del Viento, fiquei completamente apaixonada pelos cabelos e pela voz.

Não sei vocês, mas para mim o que vale mesmo a pena em uma música é a letra e como ela é interpretada. O ritmo, muitas vezes não me faz diferença. E é isso uma das coisas que eu mais gosto na Ana, ela interpreta com o coração e nenhuma música dela é escrita em vão, todas tem um sentimento, um motivo, uma razão que tocam fundo.

Além da voz e do talento extraordinário, vale falar do estilo.

Os cabelos são algo extraordinário. É eu ver a Ana que eu tenho vontade de soltar as minhas feras e cachear os cabelos.

ana

Ou preso, ou solto, os cachos estão sempre soltos e bem cuidados. Um ar de despojado, se ‘Acabei de acordar e saí linda’, mas sempre com cara de bem hidratado e bem cuidado. Afinal, ninguém tem cachos divinos assim, sem cuidar não é mesmo?

E o estilo então? Ela é divertida, sensual e delicada.

ana-canas-sozinha-4

Adora desfilar com vestidos ousados, mas ao mesmo tempo que não a deixem vulgar. Usa combinações divertidas e sabe muito bem o que encaixa e o que não encaixa em seu corpo. Tem um lado teatral, onde ela brinca muito com as combinações, estampas, tamanhos e cores.
cats (1)

No inicio da carreira ela era mais colorida e até um pouco mais infantilizada, hoje em dia, tanto sua música quanto seu estilo estão mais amadurecidos, o preto se tornou uma cor sempre presente, e os acessórios antes cheios de laços, ganharam nós no lugar.
ana1
ana4

Assim como eu, adora tatuagens, tem várias espalhadas pelo corpo e todas na minha opinião de muito bom gosto.
ana5

Nos lábios sempre cores vibrantes, os olhos delicados e os lábios marcantes.

É isso que para mim define a Ana, ela tem esse contraponto. Quando ela ousa no vestido, ela é discreta na maquiagem, quando ela ousa nos lábios é discreta nos olhos. Ela sabe balancear, sabe ser estilosa sem ser forçada, sabe ser sensual sem ser vulgar e sabe ser delicada sem parecer infantil.
ana6

Apesar de sempre deixar muito claro que tem sensualidade na vida, e que gosta de ser sensual, ela mantém tudo de forma discreta. Seu casamento, por exemplo, nunca foi algo exposto, aliás sua vida pessoal nunca é algo exposto. Ela mostra seu talento, suas músicas, seus sentimentos. Ela mostra a Ana cantora, nos deixando encantados com o mistério de quem é a Ana. Para desvendar, só comprando seu CD. Porque pessoalmente, eu acho que ela é como um rio cristalino, ela mostra tudo o que há no fundo, mas você consegue enxergar direito quando chega perto.
ana7

Vale a pena ouvir as músicas, cá estão as minhas favoritas:

 

 

 

 

 

 

 

E ai, gostou? Então me diz, quem é a outra cantora/atriz/apresentadora/diva, que você acha que merece um espaço aqui no Olho Mágico? Mas vamos tentar manter esse lado ‘Nunca foi dito’, ok?? Vamos procurar por algo que não seja lugar comum!

Até a próxima! 😉

10250844_724377910947504_878365909_n

 

Fotos tiradas do facebook oficial da cantora e sites do Google. 😉