|Blogs| O que você lê?

blogsO que você lê?

Eu não vou falar sobre livros – pelo simples fato de que este é um lugar para se jogar conversa fora e falar sobre as coisas simples da vida. O post do dia será um pouco diferente dos outros – e mesmo que blogs e bloggers sejam parte do assunto – hoje não é sobre elas ou suas roupas. Hoje é sobre os blogs. O que lemos online? Vamos dar uma olhada no conteúdo de alguns dos blogs mais lidos da web e dar a nossa opinião.1

Novos tempos, novos personagens

A geração facebook agora também tem outra faceta, as blogueiras que habitam o mundo online e (teoricamente) dividem um pouco de seus estilos pessoais e vidas com leitoras de todo o mundo. O boom dos blogs mudou teorias de marketing fez marcas crescerem e criou empresárias: mulheres de todo mundo que por “n” motivos conseguiram atrair leitoras e fazer de seus blogs negócios.  Negócios a parte, a internet está tornando a moda muito mais rápida e acessível, mas está também fabricando mulheres que se vestem da mesma maneira e perseguem os mesmos ideais. A grande parte das bloggers de sucesso são mulheres bem de vida – que tem acesso as grifes que desfilam por seus blogs – e uma boa noção de styling. Tirando as marmotas da vida, tem muitas meninas que vale a pena conferir.

manrepeller

Leandra Medine – The Man Repeller

A geração facebook agora também tem outra faceta, as blogueiras que habitam o mundo online e (teoricamente) dividem um pouco de seus estilos pessoais e vidas com leitoras de todo o mundo. O boom dos blogs mudou teorias de marketing fez marcas crescerem e criou empresárias: mulheres de todo mundo que por “n” motivos conseguiram atrair leitoras e fazer de seus blogs negócios.  Negócios a parte, a internet está tornando a moda muito mais rápida e acessível, mas está também fabricando mulheres que se vestem da mesma maneira e perseguem os mesmos ideais. A grande parte das bloggers de sucesso são mulheres bem de vida – que tem acesso as grifes que desfilam por seus blogs – e uma boa noção de styling. Tirando as marmotas da vida, tem muitas meninas que vale a pena conferir.columbine

Columbine Smille

Essa menina ainda vai ser stylist da Vogue ou alguma revista do tipo. Columbine é responsável pelo styling  da revista STYLEBY junto com Elie Kling e Jonna Berhg, e traz em seu blog opções diárias de roupas que esbanjam bom gosto e estilo. Perfeito para quem gosta de camadas, esta sueca sabe o que está fazendo! Vale a pena conferir as doses diárias de estilo de Columbine, é uma aula de styling, e o melhor é que ela mistura sempre peças de diferentes marcas e diferentes estilos – os sapatos ficam seeeeempre na minha wishlist. O que é essa bota da Isabel Marant que ela tem usado? As últimas produções do blog ficaram ótimas!

julesSincerely, Jules

Julie Sariñana, stylist mexicana radicada em Los Angeles, é a responsável pelo blog sincerely, jules. Jules tem um visual extremamente despojado mas com um toque moderno e descolado, misturando cores, texturas e acessórios de tirar o folêgo. Por razões climáticas suas produções são perfeitas para climas mais tropicais como os do Brasil, além disso, não estamos aqui para copiar ninguém: a gente vê algo e depois termina comprando algo parecido, a nossa versão.Simples e cool, o blog da Jules é uma ótima opção para momentos de tédio e procrastinação.

amlulAmlul

Gala Gonzalez nasceu para ser it blogger ou it-alguma-coisa. A socialite espanhola radicada em Londres estudou moda antes de estourar na blogosfera com seu blog Amlul – e atualmente já colaborou com os grandes nomes da moda, incluindo Zara, Mando, Louis Vuitton e mais uma extensa lista. Gala mistura itens dos grandes nomes da moda com peças da Zara e H&M, misturando tudo e transformando em seu estilo pessoal – uma mistura do bohêmio com um toque rock’n’roll. O blog pode até não acrescentar muito as nossas vidas, mas as roupas são bacanas. Serve de inspiração diária. Ela não dá muitos detalhes de sua vida pessoal e aparentemente é assim que está criando sua marca. Essas meninas não perdem tempo! fashionblogs-linktauschAgora vamos para a minha lista negra. Mentira… não chega a ser uma lista negra, é mais uma lista de blogs que eu não gosto de ler, que não me chamam atenção por motivos diferentes. As explicações não tem que necessariamente fazer sentido – as vezes eu só não gosto da cara das blogueiras, ou das poses… ou de alguma coisa que me irrite.

glamouraiThe Glamourai

Eu não sei se tenho uma opinião sobre esse blog. Eu não vejo uma super mágica nessa menina. Não vejo nada além de um cartão de crédito com um limite beeeem grande. Apesar de ter gostado do seu trabalho com 3.1 Phillip Lim, eu não sou uma grande fã do blog. “The Glamourai” muitas vezes se resume a isso… ainda não achei uma razão para visitar esse blog diariamente. Outro ponto negativo: biquinho em fotos. Fez biquinho já era!

shoeseaSea Of Shoes

Eu vou começar com a texana Jane Aldridge do “Sea of Shoes“. Eu não quero usar palavras fortes até porque eu nem conheço a menina, mas eu realmente não simpatizo com ela ou com sua mãe. Na minha opinião ela é apenas mais uma patricinha super privilegiada que tem tempo de sobra pra ficar brincando de stylist com a mãe. Janeprovavelmente seguirá os passos da mãe e trabalhará na indústria, então no final we are the losers. Mas eu realmente só vejo uma patricinha mimada pela mãe que gasta fortunas em sapatos e roupas. Não vejo isso como positivo. Então tudo o que Jane ganha de mim é um buuhhh!atl-1Outra blogueira que me irrita é a patricinha americana Blair Eadie, Atlantic-Pacific. Eu admiro sua coleção de bolsas, óculos e diversas peças que a garota possui – eu simplesmente acho um pouco demais. Ela usa marca demais,  maquiagem demais e me irrita um pouco. As vezes eu fico pensando nos namorados dessas meninas e pensando o que eles pensam quando elas chegam pedindo para eles tirarem “mais uma foto” pro blog delas. Resumindo: o estilo da Blair é extremamente previsível, entediante e lotado de marcas. Não tem conteúdo e as roupas não ficam lá essas coisas… com todo o dinheiro que ela investe nas roupas, ela podia fazer um curso de styling ou tentar fugir um pouco do óbvio… só pra começar.