Como as cores do ano da Pantone são escolhidas

Todo final de ano a Pantone anuncia a cor do ano e desta vez eles anunciaram duas cores, Serenity e Rose Quartz. Sempre me perguntei como eles decidiam isso e hoje vou explicar pra vocês!


O que é a Pantone

Para quem não sabe muito bem, a Pantone trabalha com identificação de cores. Ela define um nome e um número para cada tom, e conta com a divisão chamada Pantone Color Institute, que é responsável pelo estudo das tendências para as próximas temporadas.


As cores do ano

O primeiro tom foi o azul cerúleo, definido como a cor de 2000. Esta foi a cor para o primeiro ano do milênio e, na minha opinião, um tom bem leve e calmo, assim como todos esperavam que o novo milênio fosse.

Desde então, a Pantone reúne profissionais de todos os setores, e não apenas da moda, para definir a cor do ano seguinte. A prioridade máxima deles é eleger um tom que defina os problemas e as vitórias do momento.

Na imagem acima vemos todas as cores de 2000 até 2014. Alguns tons como o de 2005 e de 2010 são bem parecidos, mas outros são bem fortes e marcantes.

Para exemplificar um pouco mais o significado da escolha das cores, a de 2013, esmeralda, representava o crescimento e a renovação em uma época em que a mundo saía da crise.

A equipe de pesquisa de tendências, recebe informações de todas as partes do globo e seleciona o que parece mais relevante para então decidir qual a cor que vai traduzir tudo isso.

Algumas cores, como a de 2015, marsala, não fazem tanto sucesso. Vimos diversas marcas apostando neste tom e os produtos encalhando nas lojas e vitrines. Ninguém sabe o porque do fracasso, mas pode ser que ela não agrade todos os gostos por ser forte demais.


As cores de 2016

Para nos mostrar mais uma vez que essa escolha não é aleatória, os dois tons de 2016 foram pensados nos mínimos detalhes para amenizar o clima de tensão e violência que marcou o mundo nos últimos meses.

Segundo os especialistas da Pantone, essa combinação de Rosa Quartz e e Serenity criam uma sensação de segurança, paz e ordem e são agradáveis para o cérebro. Será que eles acertaram?


Gostei mais das escolhas de 2016 do que da de 2015. E vocês?