A crise dos 20 e poucos

Photo by phife on Unsplash

Photo by phife on Unsplash

Já ouviu falar na crise dos 20 e poucos? É aquela fase em que muitas de suas expectativas vão por água abaixo. Passamos pela adolescência imaginando e idealizando a vida adulta. “Quando eu me formar vou viajar muito, comprar um carro, morar sozinha etc”.

Você supera a tensão de um momento decisivo na sua vida que é aquela fase chata de pré vestibular. Que curso fazer, onde estudar, se separar dos amigos de escola. Aos poucos as coisas foram se encaixando e você se vê em algum lugar e pensa “quando eu me formar vai ser diferente”. Não exatamente.

Vinte e dois anos com um diploma não. E agora? As vagas pedem anos de experiência, ninguém quer te contratar por sua e por ser recém formada. Quem te dá uma chance, não quer te pagar razoavelmente bem, muitas vezes beirando às bolsas de estágio (infelizmente é verdade)

Pessoas entram e saem da sua vida. São tantos tropeços que até perde as contas. Descobrimos que caminhamos sozinhos e algumas pessoas aparecem vez ou outra para se aproveitarem de  nossas fragilidades e da solidão.

Aquela vontade de ganhar o mundo e  a inquietude continuam ali.  Não dá para ficar parada. “O tempo passa para todos, não posso esperar”, penso. Pode ser aquela afobação de um jovem adulto, todos falam que é normal. Ruim é deixar a vida passar e se arrepender depois. É aquela velha história de que é melhor se arrepender do que fez, do que deixou de fazer.

Chega um momento em que deixas de crer em si mesmo quando tudo o que sabem é explorar seu tempo e energia. Acreditar nas pessoas erradas, se arrepender e seguir em frente faz parte do caminho. Querer poder consertar algumas escolhas, mas aceitar as consequências e continuar. Assim é o amadurecimento.

Você já não fala tanto com seu melhor amigo Já não sai tanto quanto antes. Já não dorme tanto. Vê colegas de escola tendo filhos, se casando, namorando… Cada um vivendo um momento, uma fase de sua vida. Em que fase estou?

Continuo aqui percorrendo meu caminho seguindo só. Tudo acontece no seu tempo. Pensamos que a independência começa depois da faculdade. Não se iluda, porque dificilmente é assim.

Ganhar o mundo parece um sonho cada vez mais distante na rotina exaustiva. O trabalho já não paga as contas e leva todo o seu tempo, o que te obriga a aceitar freelas e mais freelas muitas vezes por valores abaixo do que deveriam ser. Tanto esforço, tanta luta parecem em vão.

Mas sua hora vai chegar. Não se abale. Siga em frente, pois o que é seu está guardado. Deus não lhe dá um fardo maior do que podes aguentar.

 

Com carinho, Senhortia Ágnes.