Minimalism: A Documentary About the Important Things

minimalism
Já pensou em se livrar de todas as coisas inúteis que você tem?

De aprender a viver melhor com coisas que realmente te representam, são importantes ou servem para alguma coisa bem definida.

O documentário conta a história de dois amigos, os The Minimalists, e a filosofia por trás do Minimalismo. Matt D’Avella, nos mostra várias estilos de vida focados no minimalismo, Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, autores e fundadores do site The Minimalists são o nosso ponto de partida para a história. O documentário é sobre mudar hábitos, sobre viver e criar experiências, em vez de comprar e possuir.

compramos coisas que não precisamos, com dinheiro que não temos, para impressionar as pessoas que não gostamos

O documentário nos leva a pensar em ter menos, consumir menos, possuir menos no geral. Possuir menos e melhor, eu diria, é a moral da história. Nada de acumular coisas, a idéia é aquela boa e velha idéia de sempre: passar para frente o que você não usa mais para abrir espaço para coisas novas, renovar a energia da sua vida.

Que tal tentar fazer o mesmo?

Um dos desafios minimalistas que você pode fazer é o Project 333. Ao invés de cem peças de roupa, que tal ter 10 peças que você realmente gosta? 10 pode ser um pouco de exagero, mas o documentário do Netflix conta a história da mulher por trás da idéia do  Project 333, um desafio minimalista que convida os interessados a vestirem-se usando, no máximo, 33 itens a cada período de 3 meses.

billboard1-1024x683Mas o filme não para por aí, a discussão vai muito além do tópico estilo, e é muito interessante. Obviamente o Minimalismo reflete na maneira como você vive, no seu estilo, nas suas amizades, na sua vida como um todo. Se você se deixar consumir pelas coisas que tem, pelos desejos e pelas vontades consumista que vão e vem todo o tempo, talvez seja hora de você repensar o que precisa. O que te faz feliz.

Comprar não traz felicidade, aumenta apenas o vazio.

Possuir coisas legais não faz de ninguém uma pessoa mais legal, ou melhor. Comprar não é ser. Os dois verbos tem significados diferentes e não devem jamais ser confundidos.

Espero que gostem assim como eu! Tem no Netflix Brasil e no YouTube.