Esperança é a última que morre

Hoje em dia quem diz que a esperança é a última que morre é um guerreiro.

8027939857_22a94ccf77_b

Quase ninguém tem coragem de se apaixonar e a culpa é nossa. Passamos anos batalhando por liberdade e agora o que mais queremos é alguém pra nos prender.

Está tão complicado conhecer pessoas legais nas ruas que é mais fácil apelar para o Tinder e sites de relacionamento, já reparou? Estamos tão ocupados com nossa vidas profissionais que esquecemos que a vida pessoal é mais importante. Eu já disse antes e vou repetir: Não adianta ter o trabalho ou a vida dos sonhos e não ter ninguém para dividir as alegrias.

Ter esperança no amor continua sendo uma tarefa difícil. Conheço pessoas maravilhosas que não sabem levar uma relação adiante e as vezes eu mesma me torno essa pessoa. Ou porque aquele cara não fez meu coração bater mais rápido ou porque o frio na barriga passou depois de 5 minutos. Isso lá é motivo pra acabar?!

Não entendo o que faz alguém fingir um sentimento. Ou será que os tempos mudaram tanto que os sentimentos tem prazo de validade? Será que estamos tão inseguros que não conseguimos nos entregar para ninguém?

São muitas perguntas sem resposta e sinto que vão continuar assim durante muito tempo. Acreditar no amor as vezes perde o sentido. Prefiro não acreditar em um sentimento que escorre pelas nossas mãos e que foi banalizado com o tempo. Enquanto ele continuar superficial assim, prefiro não acreditar.

Eu sou da época dos contos de fada, do príncipe encantado, da fada madrinha e do final feliz. Ainda tenho esperanças de que vai dar tudo certo apesar das pessoas estragarem tudo, apesar de eu mesma estragar tudo.

Acredito que você que está sozinho e escrevendo textos românticos ainda vai encontrar a sua princesa dos contos de fada. Porque quando a gente ama, tudo é mais bonito e encantado!

Eu desejo a você um amor cheio de cartas, bilhetes, beijos, carinhos, ligações inesperadas e MUITO frio na barriga!

Mas se o amor aparecer e não te causar tudo isso, aposte nele mesmo assim. As vezes, essas coisas surgem com o tempo e nem por isso deixam de ser especiais!