Existe amor em SP. E muito!

O post de hoje vai ser um pouco diferente, porque não tem nada a ver com cabelos. Ontem fez 1 ano e 4 meses da mudança mais significativa que aconteceu na minha vida até hoje: sai do meu emprego no marketing em Brasília, empacotei minha casa inteira e me mudei para São Paulo com meu marido e minhas gatinhas. Deixei a família, a carreira, os amigos e entrei no avião sozinha (meu marido se mudou alguns dias antes por causa do trabalho) com a cara e a coragem  pra vir morar na capital mais movimentada e frenética do Brasil.

A cidade de são Paulo 2 - A vida em SP

São Paulo pode ser assustadora e intimidante

Além da minha família me Santo André, eu não conhecia ninguém em São Paulo. Não conhecia ninguém na área que eu trabalhava, não conhecia ninguém na área na qual eu resolvi trabalhar (ainda teve isso, com a mudança de cidade resolvi mudar de carreira também), não tinha amigos, não conhecia os lugares, e confesso que fiquei com um medo GIGANTE de nunca me adaptar aqui.

Um ano e quatro meses depois, eu estou tão adaptada que até esqueço as vezes como era morar em Brasília. Não sei mais viver sem o ritmo de São Paulo e metrô para todo lado virou necessidade básica! Mas mais que isso, hoje eu consigo olhar para aquela pessoa que chegou em São Paulo com tanto medo e ver o tanto que eu cresci. Foi uma jornada difícil, mas hoje eu tenho orgulho de quem eu sou e quem eu estou me tornando.

A cidade de são Paulo 1 - A vida em SP

mas São Paulo também é linda e colorida.

São paulo me ensinou muitas coisas que viraram essenciais no meu jeito de enxergar o universo e me apresentou pessoas sem as quais eu não consigo mais imaginar a vida sem.  Essa experiência toda me fez ver o como você se surpreende com a sua própria garra e a sua capacidade de fazer as coisas acontecerem quando você acredita de verdade que seus sonhos vão dar certo. E como o apoio para que você não desista pode aparecer de uma pessoa que você antes disso você nem conhecia.

pessoas maravilhosas A vida em São Paulo

São Paulo pode te dar amigos maravilhosos

Eu aprendi aqui que as oportunidades podem estar aonde você menos imagina de verdade. E não só oportunidades profissionais, mas oportunidades para ser mais feliz na vida – que foi outra coisa que São Paulo me ensinou com toda a paciência de uma cidade de 462 anos: Não tenha medo de se arriscar para ser feliz, porque sempre vale a pena.

A cidade de são Paulo 3 - A vida em SP

e São Paulo te mostra coisas incríveis.

Acordar de manhã e pensar “minha vida é boa” é a melhor sensação que uma pessoa pode ter. Isso não necessariamente significa ser rico, ter um namorado(a) galã de hollywood, ter o corpo perfeito e fazer coisas extraordinárias todos os dias. Ter uma vida feliz pode ser também poder sair do trabalho as 5 da tarde e dar uma caminhada num parque lindo que fica ali do lado, pode ser cozinhar um jantar indiano para amigos que você adora ter por perto. Pode ser fazer uma viagem de carro de uma hora com duas amigas que te fazem rir horrores para uma gravação, pode ser ficar abraçadinho no sofá embaixo das cobertas assistindo netflix num sábado frio. São Paulo me proporcionou tudo isso. E eu sou muito agradecida.

A cidade de são Paulo 4 - A vida em SP

São Paulo tem momentos, que só São paulo mesmo…

Hoje eu sou uma pessoa com um nível de realização profissional e pessoal que eu nunca achei que alcançaria. E eu precisei largar tudo na minha cidade natal para aprender a ser assim (porque a realização depende muito mais de você do que de qualquer coisa), e ver o quanto isso é importante. Essa sempre é uma jornada que vale a pena. Aliás, São Paulo me ensinou que ser mais feliz e ser umas pessoa melhor SEMPRE é uma jornada que vale a pena.

A cidade de são Paulo 5 - A vida em SP

e São Paulo te ensina a apreciar esses momentos.

Eu ainda tenho muito a aprender e a crescer. Mas também tenho muito a agradecer a essa cidade e as pessoas que eu conheci aqui por toda essa experiência maravilhosa que eu vou carregar com carinho pro resto da vida.

Gente, desculpa pelo texto longo (e nada a ver) mas eu queria muito dividir isso com vocês. Um super beijo, e até o próximo post!