Todos os dias são nossos!

84d4e902462ae7af1faa5d3f43b9ead5 Sou contra o dia internacional das mulheres, acredito que deveríamos poder ser quem somos todos os dias e não apenas um dia por ano. Acredito na dor e na delícia de sermos mulheres, das obrigações sociais e das oportunidades que a natureza nos dá.

the-real-history-of-international-womens-day-and-march-8Essa parte da natureza normalmente não seria um tema, já que isso é parte integrante do nosso corpo, mas depois de ter virado mãe passei a pensar na mágica da vida como um dom dado às mulheres. Claro que a responsabilidade que segue esse dom é incrivelmente grande e dá preguiça, mas essa preguiça é apagada pela quantidade de amor doado por esses serzinhos que podemos criar.

adco-master768Sou a favor de sermos quem somos diariamente, gordas ou magras, feias, bonitas, de cabelo liso ou encaracolado, de poder expressar o que pensamos sem medo de julgamentos sociais e de uma falsa moral imposta por uma sociedade que cria pessoas que são como paisagens: querem ser bonitas. Querem ser parte integrante da coleção de títulos e nomes que encontramos por aí.

Temos que lembrar de nossas almas, uma forma de conexão com o outro e com o mundo, e que precisa de um tempo, precisa conseguir se expressar e respirar, perceber o mundo externo de uma maneira mais delicada. Almas não são criáveis, elas apenas existem, e a gente acaba perdendo a alma por aí, nos desconectando de quem somos pela dureza da vida.

lauren-aislinn-water-2400x1200A inquietude de nossas almas é o resultado desse mundo bagunçado onde brigamos por direitos que deveriam ser garantidos, precisamos entender que assim como a água, a mulher faz parte do amor. As mulheres movem o coração das pessoas, ao criarem e recriarem a si mesmas por dentro e por fora.

Por um dia em que possamos ser nós mesmas sem pensar em consumo, sem pensar no belo, sem pensar na vontade, pensando em coisas naturais, no amor e nas coisas belas e sujas que fazem parte da vida.

wher-1024x793-e1438883544314Esse é um post desabafo de quem vive diariamente o dia de uma mulher, porque pra gente o dia das mulheres são todos os dias, são os dias quentes, os dias frios, os dias bons e os dias ruins, os de ressaca e os fitness.

Eu não brigo por mais, brigo por ter o meu espaço sem julgamentos. Brigo e peço apenas que eu possa ser eu mesma sem me importar com o que dirão os vizinhos ou a minha tia, quem dirá a minha avó.

Brigo por não ter que me envergonhar de ser quem eu sou, de ter orgulho de ser mãe solo e saber que minha filha tem sim pai, e que a escolha de terminar com o relacionamento foi minha, brigo para que as diferenças sejam vistas não como impedimento, mas como uma maneira de agregar valor a vida.

img870-ms-real-women_0Brigo por uma vida melhor pra mim, pra minha filha, pra minha mãe e pra minha vó.

Que o nosso dia sejam todos os dias, e que não precisemos de um para lembrar das dificuldades de ser quem somos: mulheres.