Renata Vanzetto inaugura espaço gastronômico nos Jardins

 

Fato: a chef Renata Vanzetto não sossega.

Em poucos meses abriu mais um Marakuthai, no Itaim, abriu as portas do Lambisgoia, em Ilhabela, e, ainda por cima, inaugura um espaço nos Jardins. O casarão de três andares (incluindo um porão que quando menos se esperar virará uma baladinha speakeasy) na Rua Bela Cintra será a nova moradia do contemporâneo Ema e de seu bar caiçara, o MeGusta.

A ideia é um programa. O cliente dá de cara com um ambiente sem maquiagens, com cara de obra, tijolos à mostra e mobiliário desencontrado. Um bar que não esquece a vocação de casa de amigos e nem seu DNA praiano. A sua cozinha é inspirada nas culinárias mais temperadas do mundo na opinião da chef: “A mexicana, a peruana, a tailandesa e vietnamita estarão muito presente aqui”, conta.

A versão paulistana do MeGusta abandonou a assinatura cevicheria que tinha na versão caiçara, mas o flerte inicial com o Peru se reflete na manutenção de ceviches (um deles é o Ítalo Peruano, com peixe branco, lula, tomate fresco, limão siciliano, manjericão, pimenta seca e azeitona, R$ 36; outro, tuna, com atum, pepino, manga, cebolinhas, hortelã, cebola roxa e limão, R$ 40) e de drinques à base de pisco.

Contudo, o novo MeGusta vai além. Nele, o som mais alto e dançante não anima apenas quem estiver de passagem para o andar de cima – o piso do Ema – mas embala quem estiver de olho no menu inédito, puxado por “sandubas rusticões, que podem ser até de mortadela, e muitos drinques”, como diz Renata. “É um espaço descontraído, de comidinhas com preços convidativos, onde você pode comer em pé, conversando com os amigos”, complementa ela.

O cardápio inova especialmente com pratos para compartilhar, caso da Fish and Secrets. Uma torrezinha de três andares começa por pães e chips de raízes brasileiras, passa para a estação de dips (sour cream, guacamole, pepino, rabanete, dill, cebolinha, limão siciliano e cebola roxa) e termina com peixes em diversas apresentações e receitas (um salmão curado no açúcar mascavo, R$ 35, peixe branco em conserva caseira, R$ 28 e atum cru fresco R$ 45.

Na mesma toada, há tábuas de madeira com carne, frango ou peixe. Uma delas é a Montadito de Franguitos, que lista sobrecoxa desossada agridoce, iogurte de beterraba, cenourinhas assadas, pepino, ovos, coentro, hortelã, cebolinhas, baby folhas, castanha, cebola roxa (R$ 39).

No capítulo dos “calientes” tem Filezitos (Tirinhas de mignon no molho cremoso de shoyo com chips e pão, R$ 34), Eggs luecos (2 ovos caipiras fritos, servidos na panelinha com molho de tomate e cerveja picante, bacon e pão, R$ 30) e Calamares (Lula no molho picante de tomate com cerveja e manjericão tailandês, R$ 34).

Para acompanhar, coquetéis leves e festivos. Entre eles, chama a atenção o Waterloo Collins (Gim Arapuru, melancia, cítricos, aperol e prosecco, R$ 26), G&T Artesanal (Gim Arapuru, tônica artesanal caseira e flor de alfazema, R$ 26), SIP of Tart (Rum Baccardi 8, balsâmico, amoras, cítricos e gás carbônico, R$ 26) e Maria Sangrenta (tequila El Jimador, suco de tomate italiano fresco, pimenta jalapeño, bacon e cítricos, R$ 26).

Na hora de adoçar, a graça é o brigadeiro molinho e quente que deixa o panelão na cozinha em xicrinhas de ágata (R$ 15 cada).

 

Endereço: Rua Bela Cintra, 1551 – Jardins | 3081.8358

Horário de Funcionamento: Terça à quinta, das 19h às 00h30 | Sexta, das 19h às 1h | Sábado, das 13h às 17h e das 19h às 1h

image002

 

No andar de cima…

O Ema é o xodó não declarado da irrequieta chef Renata Vanzetto. Atrás de sua bancada apertada ela faz testes culinários e comanda menus degustação inspirados. E isso não mudou no novo endereço. Nem a decoração, nem as paredes verdes, tampouco os quadros de ema pintados por ela ou o ar intimista.

Porém, a casa agora ganhou quinze lugares a mais e um extenso balcão que abraça a cozinha e permite aos cozinheiros interagirem com o salão. Também, a pedido dos clientes, passou a funcionar mais dois dias na semana. Agora abre de terça à sábado, apenas durante o jantar.

“A essência do Ema é mantida: a cozinha criativa, os amigos no salão, mas tudo com mais estrutura, com mais conforto e espaço”, explica Renata.

Em outras palavras, casquinha de siri com flocos crocantes (R$ 35), folha de uva crocante com brie, cebola, pera e avelã (R$ 35, 4 unidades), Camarão na mini moranga com catupiry e farofinha (R$ 88) e o Romeu e JuliEMA (goiaba assada e creme de queijo especial, R$ 20) permanecem em cartaz.

Por outro lado, há boas novas para além da disposição do lugar. Biscoito de rosbife com creme de dijon e chips de batata doce (4 un. R$ 44) e o Mini croquete vegetariano de shiitake com iogurte e rabanete (6 un. R$ 36) são as novidades para comer com as mãos.  Peixe grelhado com tucupi, purê de banana e pupunha cru (R$ 70) Bife à cavalo de Angus com ovo caipira, batata doce, alho assado, picles de cenoura e farofinha  (R$ 89) são os novos principais do menu.

E para fechar o jantar tem novas sobremesas como o Mil folhas de chocolate meio amargo, café, figo fresco e baru (R$ 25) e o surpreendente Creme de abacate com gengibre com raspadinha de pepino, iogurte frozen, laranja e menta (R$ 24), prato que a segundo a chef é a sua melhor novidade.