Resenha do filme “Sol da Meia-Noite”

Hoje vou falar sobre um filme que ainda vai estrear aqui no Brasil, mas fui convidada pra assistir e falar com exclusividade o que achei. O nome é “Sol da meia-noite”.

Cinema é uma das minhas paixões! Adoro aqueles filmes antigos e adoro ainda mais os de romance. Mas não gosto de qualquer romance não. Tem que ser daqueles pesados, de choraaaaaaar kkkk


Sinopse

“Sol da Meia-Noite”, dirigido por Scott Speer, conta a história de Katie (Bella Thorne), uma garota de 17 anos que vive sua vida inteira trancada dentro de casa, por conta de uma doença rara que não permite que ela entre em contato com a luz do Sol.

Com exceção de seu pai viúvo Jack (Rob Riggle) e sua única amiga Morgan (Quinn Shephard), Katie não se relaciona com mais ninguém. Ela passa seus dias sozinha compondo músicas no violão e olhando o mundo pela janela do seu quarto.

Com o anoitecer, ela pode se aventurar com segurança e frequenta a estação de trem onde toca para os passageiros. Uma noite, Charlie (Patrick Schwarzenegger) passa pelo local, ouve a música que Katie está tocando e a segue até a plataforma. Quando o caminho dos dois se cruza, o amor floresce e tudo muda em suas vidas.


Resenha

O meu filme preferido da vida é “Um amor pra recordar”. Pra quem não conhece ou nunca viu, é um romance com a Mandy Moore que mostra um casal bem diferente dos padrões e que passam por uma barra pesadíssima relacionada a uma doença que não tem cura. Enfim.. Não vou contar muito, porque é legal que assistam, mesmo sendo mais antigo. 😅

Mas porque estou falando sobre ele? Porque o “Sol da meia-noite” é uma versão moderna do “Um amor pra recordar”. Ele também mostra uma menina nova com uma doença que não tem cura, um menino estrelinha da escola que se apaixona por ela e eles também vivem um romance de verão que não acaba muito bem, mas é cheio de amor e companheirismo. Achei que a Bella Thorne não teve uma atuação tão forte como a da Mandy Moore e que poderia ter deixado o filme ainda melhor, mas gostei. As trilhas sonoras são muito bonitas e as mensagens que o filme transmite, são super importantes e emocionantes. Então vale a ida ao cinema!

O filme é um típico romance de sessão da tarde, mas que eu adoro e choro horroreeeees. Além disso, esses filmes sempre me fazem refletir sobre a minha vida, minhas relações e o que eu tenho dado valor ultimamente. Afinal, a qualquer momento podemos não estar mais aqui pra viver nada.

Outro motivo pra eu amar filmes assim é que ainda acredito muito no amor puro, que a gente se doa pra pessoa mesmo. Não é submissão ou nada parecido. É só amor. ♥️ Leve.. Simples!

Então, se você gosta desse estilo de filme, vai adorar. Mas sugiro que não leve seu namorado ou marido kkkk normalmente os homens não curtem esses filmes e você ainda vai se travar e ficar com vergonha de chorar “por besteira”, como eles dizem. Cata as amigas ou vai sozinha mesmo 🤟🏻


O filme “Sol da Meia-Noite” estreia nos cinemas brasileiros em 14 de junho, com distribuição da Diamond Films.


Resenha do filme "Sol da Meia-Noite"
2.9Overall Score
Atuação
Fotografia
Trilha Sonora
Figurino