Crie sua própria roupa na primeira Fábrica Modelo de Confecção 4.0

Sabe aqueles filmes do futuro que mostram as pessoas comendo comidas em cápsula, viajando em trem bala e imprimindo a própria roupa? Tá virando realidade! Que loucura, gente!

Coisas que antes pareciam muito futurísticas, hoje são reais! Roupas 3D, comida em pós com 82546492 minerais, óculos que filma e tira foto. Quanta evolução! Mas tô falando sobre tudo isso pra dizer que além de tudo que citei, agora você pode criar sua própria roupa (totalmente personalizada) em MEIA HORA!

fabrica-modelo

Isso é possível graças ao  SENAI CETIQT – braço do SENAI voltado para a indústria têxtil e da moda, e responsável por consultorias para o setor e qualificação profissional. Na Unidade Riachuelo está a primeira Fábrica Modelo de Confecção 4.0, onde um protótipo foi desenvolvido para que o cliente crie a própria roupa.

Veja como funciona:

Tudo começa com a interação entre a pessoa e uma tela e termina com o produto pronto, processo que leva menos de meia hora.

Não é demais? Agora podemos criar peças que nos vestem perfeitamente sem ter que apertar daqui ou afrouxar dali. Obrigada, tecnologia!


Fábrica Modelo de Confecção 4.0

O projeto foi desenvolvido 100% pelo SENAI CETIQT em parceria com o SENAI Rio de Janeiro e o SENAI Bahia (SENAI CIMATEC). A Planta Piloto de Confecção 4.0, que foi lançada em outubro de 2017, teve um investimento aproximado de 2,5 milhões de reais.

Robson Wanka, engenheiro à frente do projeto no SENAI, esclarece que o protótipo não está à venda, nem para ser licenciado ou alugado, serve, essencialmente, para demonstrar os conceitos da Indústria 4.0 e guiar a sociedade industrial na implementação dessa concepção.

“Nossa proposta é servir como uma bússola, guiando os setores Têxtil, de Confecção, Calçados e Moda em direção ao que vem por aí. E também serve de base para o MBI Indústria Avançada: Confecção 4.0, porém já estamos em negociação com algumas empresas com o objetivo de apoiar a implementação de parte das tecnologias rumo a essa nova indústria”, diz Wanka.

Ele acrescenta que essa é a primeira Planta Piloto de Confecção 4.0 no Brasil, projeto que faz parte do planejamento estratégico do SENAI CETIQT. Segundo ele, existe uma iniciativa um pouco parecida em Aachen. na Alemanha, na Digital Capability Center, contudo o foco e processo produtivo são completamente diferentes, inclusive na adoção de tecnologias.

Confira os benefícios para indústria, consumidores e meio ambiente:

captura-de-tela-2018-02-28-as-10-40-05


Gostou? Eu ainda estou em choque, mas amei!