Grupo da H&M investe em revenda de peças usadas

Há poucos dias a diretora de sustentabilidade da H&M, Anna Gedda, falou pra Reuters (uma agência de notícias britânica) que vai lançar um programa piloto na Suécia, com vendas online de roupas de segunda mão no e-commerce da & Other Stories.


Sustentabilidade ou lucro?

Anna disse que a sustentabilidade é uma das maiores preocupações do grupo hoje e que já investem na produção de roupas com algodão orgânico e apostam na reciclagem de peças. Apesar de todo este discurso bonito, a H&M se envolveu em um super escândalo ao queimar seu estoque parado, que chegava a mais de 4 milhões de dólares.

Hoje em dia vemos muitas empresas se aproveitando do tema “sustentabilidade” que está em alta para se promoverem. Mas será que eles realmente estão interessados na melhora do planeta ou apenas no lucro?

Além da H&M, outras marcas como a Urban Outfitters e a japonesa Wego, também estão investindo na área. Estão acompanhando?