Marca FALA chega a Brasília com peças all size e atemporais

A marca paulista FALA desembarca em Brasília para participar do PicNik no próximo 12 de outubro, no Parque da Cidade.

marca-fala-destaque

Pela primeira vez em um evento na cidade a grife paulista, que faz sucesso entre músicos e influencers de todo país como a cantora Céu, a modelo e apresentadora Marina Santa Helena e a youtuber Maíra Medeiros, investe na criação de peças all sizes com modelagens atemporais que respeitam a diversidade de corpos e estilos.

Com a tradição de comercializar as suas peças apenas em espaços colaborativos ou feiras em São Paulo e outras cidades, a FALA passa a ter revenda também em Brasília, na loja Armária (veja mais sobre a loja aqui), que trabalha com os conceitos de moda agênero e sustentável.

A partir do dia 13 de outubro (sábado), às 10h. Para celebrar a novidade, a loja realizará coquetel com a participação de Vanessa Campos (a.ka @blogueirafail) blogueira e consultora do universo plus size de Brasília, que oferecerá consultoria de estilo aos clientes.


Marca FALA

A FALA é uma marca independente que se comunica diretamente com o zeigeist, seguindo o slow fashion, apresentando propostas genderless e investindo em uma linguagem visual para impactar a todos, sem descrição ou segmentação. Sua moda é urbana e seu objetivo é seguir criando peças que garantam o equilíbrio perfeito entre conforto e estilo.

A marca é fruto de uma parceria entre as amigas Luciana Cruz e Alline Fregne e surgiu após conversas e desabafos sobre expectativas e frustrações profissionais. Enquanto Luciana seguia uma carreira na área da beleza, Alline desenvolvia peças em crochê para marcas e estilistas, o que a levou a trabalhar para nomes como Alexandre Herchovitch, Rosa Chá, Carmim, entre outros.

Após vivenciar uma experiência tão rica no mundo da moda, decidiu unir-se à amiga e usar sua expertise para produzir suas próprias peças, que no começo eram vendidas apenas para amigos.

A FALA hoje trabalha com um mix de produtos que veste do tamanho 34 ao 62 e que inclui macacões (saruel e pantacourt), vestidos (longos e mid), calças (clochard e saruel), jardineiras (longa e curta), cardigans, moletons e tops.


“Optamos por criar nossos produtos exclusivamente com tecidos sem estampa para que nossos clientes tenham peças mais dinâmicas em seus guarda roupas, atendendo a qualquer estilo e possibilitando a criação de looks para diferentes ocasiões”, conta Alline.


Desde o começo o foco era trabalhar com malhas, desenvolvendo peças únicas com cortes e acabamentos de qualidade e que vestissem vários tamanhos. A ideia de criar peças all sizes e agêneras surgiu quando as criadoras da marca perceberam que podiam desenvolver roupas que levassem em conta a diversidade dos corpos e sua própria rotina diária de mães e empresárias em São Paulo, o que pedia peças dinâmicas, mas sem perder a qualidade da modelagem e tecidos.


“Seria injusto criar uma moda que fosse excludente, a diversidade de corpos que vestem a FALA começou na observação de nós mesmas e esse conceito foi aplicado em todos os nossos produtos desde então”, explica Luciana.


Por isso as peças são pensadas para atender as demandas de pessoas que enfrentam um dia a dia corrido, mas não abrem mão de uma identidade fashion.

As peças são produzidas em três oficinas, duas delas em São Paulo e uma em Belo Horizonte. O processo de produção, do desenvolvimento até a confecção, é acompanhado de perto pelas criadoras da marca. O objetivo é manter ativa uma consciência relacionada aos locais e condições de trabalho dos profissionais que prestam serviços para a FALA.

Um dos orgulhos da dupla de empreendedoras é saber que, entre esses profissionais, 80% são mulheres e muitas, assim como elas, são mães e tiram da marca sua principal fonte de renda. 


FALA no PicNik
12 de outubro, das 13h às 22h
Local: Estacionamento 4, Parque da Cidade | Acesso gratuito
Classificação indicativa livre

Coquetel FALA na Armária
13 de outubro, a partir das 10h
Local: CLN 107, bloco C, loja 15

Instagram: @marcafala