Programação do canal Curta! – 15 a 17/01

O canal Curta! é um dos novos canais brasileiros da TV paga que mais aprovou projetos para financiamento pelo Fundo Setorial do audiovisual.

Até agora foram financiados, para estreia no CURTA!, mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries, atendendo à grade temática do canal: música, artes cênicas, metacinema, pensamento em humanidades, história política e sociedade.

Quarta de Cinema – 15/01

20h – A faixa “A Vida é Curta!” traz os filmes “Tim Maia”, “Abá” e “Superstição e Futebol”

“Tim Maia”

Um retrato íntimo do cantor Tim Maia, registrado num período nos anos 1980 em que ele estava recluso e avesso a entrevistas. Graças a amigos em comum, o diretor Flávio Tambellini frequentou a casa do músico durante quase um ano e gravou depoimentos dele em cinco sessões de filmagem. No filme, Tim fala sobre vários assuntos sem filtro ou autocensura. 

Diretor: Flávio Tambellini. Duração: 15min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 16 de janeiro, quinta-feira, às 00h; 17 de janeiro, sexta-feira, às 08h; 18 de janeiro, sábado, às 11h35.

“Abá”

Abá significa esperança de paz espiritual. Significa também encontro, a crença na luz e a chegada no estado de contemplação. 

Diretor: Raquel Gerber. Duração: 5 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 16 de janeiro, quinta-feira, às 0h25; 17 de janeiro, sexta-feira, às 08h25; 18 de janeiro, sábado, às 12h05.

“Superstição e Futebol”

Este documentário sobre futebol e superstições enfoca esses dois fenômenos culturais que tanto significam para o povo brasileiro. 

Diretor: Sylvio Lanna. Duração: 10 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 16 de janeiro, quinta-feira, às 0h35; 17 de janeiro, sexta-feira, às 08h35; 18 de janeiro, sábado, às 12h20.

23h10 – “Cineastas” (Série) – Episódio: “Cacá Diegues”

O grande cineasta brasileiro Cacá Diegues relembra seus filmes, desde a década de 1960, e o Brasil da época, que o fez se exilar na Europa. Betty Faria, Zezé Motta, Arnaldo Jabor, Orlando Senna e Antônio Pitanga falam de suas experiências no cinema com o diretor. 

Diretor: Hermes Leal. Duração: 45min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 16 de janeiro, quinta-feira, às 03h10 e 17h10; 17 de janeiro, sexta-feira, às 11h10; 18 de janeiro, sábado, às 22h; 19 de janeiro, domingo, às 13h.


Quinta do Pensamento – 16/01

22h05 – “Zélia – Memórias de Amor” (Documentário)

Aos 32 anos, Zélia Gattai compra sua primeira câmera fotográfica durante seu exílio em Paris e começa a registrar o mundo ao lado do seu companheiro, o escritor Jorge Amado. Aos 63 anos, escreve seu primeiro livro, “Anarquistas, Graças a Deus”. Sem querer pegar carona na fama do marido, Zélia opta por uma maneira particular de contar o que viu e viveu, criando uma literatura de forte cunho memorialístico. É com base nos seus livros de memória, no seu acervo de mais de 20 mil fotografias e em entrevistas que o documentário constrói um retrato intimista de Zélia Gattai, tendo como fio condutor a história de amor que viveu durante 56 anos com Jorge Amado, personagem principal de sua obra. 

Diretora: Carla Laudari. Duração: 100min. Classificação: Livre. Horários Alternativos: 17 de janeiro, sexta-feira, às 2h05 e às 16h05; 18 de janeiro, sábado, às 9h45; 19 de janeiro, domingo, às 19h; 20 de janeiro, segunda-feira, às 10h05.


Sexta da Sociedade – 17/01

20h – “História do Anarquismo: Sem Deuses, Sem Mestres” – Episódio: “1840-1906: A Paixão por Destruição”

A série de três documentários revela as origens e o destino da ideologia política que tem lutado contra todos os deuses e mestres há mais de 150 anos. A partir de materiais de arquivo nunca antes vistos e outros esquecidos, além de vasta documentação, a série reconta a história do movimento anarquista, que, de Paris a Nova Iorque e de Tóquio a Buenos Aires, tem tentado mudar o mundo com seus ideais de liberdade e revolta.  

Diretor: Tancrède Ramonet. Duração: 52min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 18 de janeiro, sábado, às 0h e 17h; 20 de janeiro, segunda-feira, às 14h; 21 de janeiro, terça-feira, às 08h.


O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora.

Siga o Curta! nas redes sociais: www.facebook.com/CanalCurtahttps://twitter.com/canalcurta e www.youtube.com/user/canalcurta. Saiba mais em http://www.canalcurta.tv.br.