Quer trabalhar com moda?

Essa é uma pergunta que já tem resposta certa: SIM!! Quem não quer trabalhar com moda? Só quem não gosta de moda hehe mas acredito que seja minoria.

Se você gosta de novidades no mundo da moda, vai curtir essa notícia que eu encontrei no FFW. Olha só..

Encontrar e manter grandes talentos são dois dos maiores desafios enfrentados pelas marcas de luxo e de moda atualmente. Essa constatação foi feita por uma pesquisa da empresa de consultoria americana Boston Consulting Group divulgada nessa segunda-feira (28.04). Segundo o estudo, metade das 60 companhias entrevistadas sente que não tem acesso aos melhores talentos criativos do mercado. O recrutamento para cargos de nível sênior também é outro ponto crítico, com 60% das fontes afirmando que seu banco de talentos e funcionários não é forte o suficiente para preencher postos de liderança.

Diante dessas dificuldades do mercado, o site “Business of Fashion” (BoF) lançou, também nessa segunda, o “BoF careers”: uma plataforma global totalmente dedicada à moda, em que profissionais e empresas líderes do segmento podem se conectar e interagir. Lá é possível encontrar oportunidades de trabalho no grupo LVMH, Net-A-Porter, Swarovski, Tory Burch e Ermenegildo Zegna, em diversas localidades, como Estados Unidos, Europa e Ásia.

O BoF espera que a nova plataforma online transforme o jeito como é feito o recrutamento na indústria da moda, já que a pesquisa revelou que 62% das empresas não usam a internet na hora de procurar candidatos para suas vagas. Grande parte delas, cerca de 40%, recorre aos meios antigos de recrutamento, como os headhunters, quando necessita de novos talentos criativos.

“Há uma corrida global por talentos”, disse Imran Amed, fundador e editor-chefe do BoF, ao “Telegraph”. “As soluções de recrutamento existentes são caras e ineficientes para a indústria da moda, e não conseguem aproveitar o potencial de conexão da web. E então houve uma oportunidade de criar uma plataforma global de talentos e integrá-la ao BoF, onde muitos profissionais da moda já costumam se reunir todos os dias.”

Mais que ajudar as empresas a encontrar bons profissionais para suas vagas, é esperado que a iniciativa do Business of Fashion também contribua para formar um mercado de moda mais justo, colocando fim aos ainda tão comuns estágios não remunerados do segmento.

Legal, né? Imagina se resolvem criar uma plataforma como essa aqui no Brasil?! Seria uma boa..

beijos